El Niño Impacta: Desafios e Estratégias para o Plantio de Milho no Brasil

Introdução

O cenário agrícola brasileiro enfrenta desafios significativos devido às previsões climáticas relacionadas ao El Niño. A Stoller do Brasil, uma empresa Corteva Agriscience, destaca a importância de adaptações no manejo durante o ciclo da lavoura para minimizar os impactos causados por esse fenômeno climático. Neste artigo, exploraremos as mudanças no plantio de milho, as estratégias preventivas recomendadas pela Stoller e o papel crucial do conhecimento técnico na maximização da produtividade.

El Niño e as Projeções para a Safra de 2024

As recentes previsões climáticas indicam impactos significativos do El Niño no setor agrícola brasileiro. A seca intensificada no Norte e Centro-Oeste, combinada com chuvas abundantes no Sul e Sudeste, apresenta desafios únicos para os produtores. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estima uma redução de 2,8% na produção de grãos, cereais e leguminosas em comparação com o ano anterior. O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos também projeta uma queda na safra brasileira de milho.

Estratégias Preventivas da Stoller

Jorge Felício, gerente de marketing da Stoller, destaca a importância de estratégias preventivas no manejo para preparar as plantas contra condições adversas. Recomendações específicas incluem a adoção dos conceitos “Maneje” e “Nutra&Defenda”. O primeiro visa otimizar o fornecimento de nitrogênio e explorar o potencial fisiológico da cultura, enquanto o segundo busca promover o equilíbrio nutricional para fortalecer as plantas contra estresses abióticos e bióticos.

Conhecimento Técnico na Lavoura de Milho

O Brasil destaca-se como um dos principais produtores e exportadores mundiais de milho, tornando o conhecimento técnico uma ferramenta essencial para enfrentar desafios. Temperaturas extremas, restrição hídrica, ocorrência de baixas temperaturas e questões legais exigem abordagens especializadas. O aumento da produtividade no ciclo de cultivo depende da capacidade de lidar eficazmente com essas adversidades.

Desafios Regionais e Recomendações Específicas

Em diferentes regiões do país, enfrentamos desafios distintos. No Sul, o combate a doenças torna-se crucial, e a Stoller recomenda estratégias integradas, como o uso de fungicidas, nutrição adequada e tecnologias para aumentar a resistência natural das plantas. Nas regiões Centro, Norte e Nordeste, a seca e altas temperaturas demandam um foco especial na gestão eficiente da água na lavoura.

Investimento da Stoller no Getap

A Stoller está comprometida com o avanço tecnológico no agronegócio e confirma seu investimento no Grupo Tático de Aumento de Produtividade (Getap). Esta iniciativa reúne líderes empresariais para fortalecer o desenvolvimento do setor no Brasil, promovendo a adoção de novas tecnologias. A participação da Stoller no Getap destaca seu compromisso com a inovação e o progresso no cultivo de milho.

Conclusão

Diante dos desafios impostos pelo El Niño, os produtores de milho no Brasil enfrentam uma temporada crítica. Adotar estratégias preventivas, investir em conhecimento técnico e participar de iniciativas como o Getap são passos essenciais para garantir a sustentabilidade e a produtividade da lavoura. A Stoller continua comprometida em fornecer orientações cruciais para enfrentar os desafios climáticos e garantir o sucesso dos produtores de milho no Brasil.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Exit mobile version