Maioria das pessoas gasta até três vezes mais do que acredita gastar

Fundador da Martello EF explica que percepção do consumo costuma ser muito diferente da realidade

Conhecer os próprios gastos é um dos pontos básicos da educação financeira, já que, normalmente, quem não sabe para onde vai o próprio dinheiro também não consegue enxugar despesas, poupar mais, traçar objetivos e nem ter consciência de que é necessário adequar o padrão de vida aos ganhos mensais. O problema é que a grande maioria das pessoas não sabe quanto gasta. Pior, acredita que gasta muito menos do que a realidade mostra.

De acordo com Thiago Martello, fundador da Martello EF, empresa que abocanhou investidores no programa Shark Tank Brasil ao oferecer uma metodologia própria, a diferença entre a percepção dos gastos e os gastos reais costuma ser de até três vezes. 

“Na Martello EF temos um serviço chamado Lupa Financeira. Demos esse nome porque o objetivo é olhar no detalhe todos os gastos do cliente ou sua família. Não foram poucos os casos em que a pessoa acreditava gastar uma certa quantia e, após todo o diagnóstico realizado, descobria que gastava três vezes mais. É o caso, especialmente, daqueles gastos que não são fixos, como presentes que damos a parentes e amigos, aquela balada no fim de semana ou algum conserto do carro”, explica Martello. 

O planejador financeiro reforça que entender os gastos é o passo número um para colocar as contas em ordem. “Se não sei para onde está indo o dinheiro da família, como posso querer organizar as finanças e até investir? É por isso que, antes de começar qualquer planejamento, realizamos um exercício de algumas horas com o cliente para colocar no papel, detalhe por detalhe, todas as despesas. A partir daí conseguimos traçar um plano”, afirma.

O plano, no caso, pode ser enxugar gastos desnecessários, aumentar as receitas, trocar contas fixas com valores altos por opções mais baratas, traçar um objetivo para poupar e investir e etc. “Trata-se de um caminho único para cada família, pois as necessidades são únicas também. O que pode ser considerado um gasto alto para alguns, para outros não é, por isso não existe julgamento quando a meta é ajudar as pessoas a ficarem em paz com as finanças. A questão é que sempre é possível melhorar a situação a partir de um cenário já existente. Só precisamos entender muito bem o cenário”, diz o fundador da Martello EF.

A Lupa Financeira normalmente é realizada por casais e famílias que desejam entender o que está havendo com o próprio dinheiro para buscar solução para as finanças. “Sempre digo que hoje é o melhor momento para fazer e tomar consciência da própria situação. O conhecimento, nesse caso, liberta e é o primeiro passo para quem quer construir uma vida financeiramente saudável, rumo à independência financeira”, conclui ele. 

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Exit mobile version