O talento mais requisitado: sete dicas para atrair desenvolvedores e trabalhadores especializados em tecnologia

Em um contexto competitivo, recrutar esses perfis é um desafio para as empresas e startups latino-americanas. Por isso, a Deel selecionou dicas de Henry, Core Code e Torre para otimizar o processo e atrair os melhores candidatos

A Deel, empresa global de recursos humanos, criou – em conjunto com HenryIT Talent, Core Code e Torre, companhias do mercado de TI – um guia com as melhores dicas para atrair talentos de tecnologia, como desenvolvedores e perfis especializados. Nesse contexto competitivo, conseguir essas contratações é um desafio para as empresas da América Latina e, por isso, é necessário conhecer as principais necessidades dos candidatos.  

Pensando nisso, as startups compartilham uma série de dicas baseadas em sua experiência sobre o que fazer antes de iniciar o processo de recrutamento na América Latina, como realizá-lo com sucesso e quais são os erros frequentes a serem evitados. 

  • Conheça as prioridades 

Os desenvolvedores consideram o quão flexível a empresa é, que tipo de incentivos de produtividade ela oferece e se incentiva a formação de equipes autônomas, dinâmicas e colaborativas, o treinamento e a promoção de uma liderança responsável. Eles também priorizam projetos para o desenvolvimento de novas funcionalidades ou produtos em vez de manter os sistemas já funcionando, ou seja, preferem novos desafios e projetos. 

  • Identificar a senioridade 

Geralmente, no mundo da tecnologia, a senioridade não é medida pela quantidade de anos de experiência que o desenvolvedor possui exercendo seu cargo, mas quantos anos de experiência ele tem com certas linguagens de programação. 

  • Distinguir habilidades 

É importante saber quais são as hard soft skills.  Entre as hard skills estão o conhecimento de alguma linguagem de programação ou aplicação, por exemplo. No caso das soft skills, há aquelas indispensáveis a nível social, para funcionar em um cargo como saber trabalhar em equipe, cumprir prazos, uma boa comunicação, entre outras.  

  • Conheça o mercado 

É fundamental ter um conhecimento atualizado do mercado de trabalho dos países em que o recrutamento será realizado. Cada país possui suas particularidades e é preciso conhecer e entender cada situação antes de embarcar na busca. Por exemplo, no que diz respeito aos tipos de linguagem que mais dominam ou a remuneração que esperam. 

Quando as empresas necessitam de um profissional em outro país para uma função que nunca contrataram antes, elas podem não estar familiarizadas com o mercado de trabalho local e os salários atuais. O Salary Insights é uma ferramenta da Deel que permite acessar valores de referência e avaliar se a oferta é competitiva.  

  • Ofereça benefícios 

Os desenvolvedores, em sua maioria, estão procurando oportunidades de trabalho remoto e flexibilidade em onde e quantas horas trabalhar. Eles também valorizam benefícios para alcançar um bom equilíbrio entre a vida pessoal e o trabalho, como descontos em academias, horas de folga, bem como tempo para estudos e tarefas de cuidados em casa ou na família. Os títulos ou ações da empresa são outra oferta muito bem-vista.  

  • Procure talentos onde você se encontra 

Além dos locais e formas de busca tradicional, como LinkedIn e outros sites, devemos adicionar espaços específicos que concentrem os desenvolvedores. Recomendamos pesquisar bootcampsedtechs, a plataforma de código colaborativo GitHub, a comunidade Stack Overflow e canais públicos do Slack. 

  • Avaliação técnica 

Na América Latina, vários testes são realizados para encontrar o candidato mais adequado. Os idiomas são avaliados para medir o nível oral ou escrito, testes técnicos de hard skills feitos para medir o conhecimento teórico e um teste de código é comum para determinar como os conhecimentos testados serão colocados em prática. Juntos, eles servem não apenas para identificar o quanto os candidatos sabem, mas também para ver como eles reagem ao trabalho em equipe e ao feedback uns aos outros. 

Portanto, para conseguir os melhores talentos nesse cenário competitivo, os recrutadores necessitam estar atentos às necessidades e dores dos profissionais de tecnologia. Além disso, conhecer o mercado e suas previsões é essencial, considerando que cada vez mais vagas estão sendo abertas. Para se ter uma noção, um relatório do Banco Interamericano de Desenvolvimento revelou que a terceirização de processos de negócios empregará mais de 1,2 milhão de programadores na América Latina até 2025. Para o mesmo ano, Buenos Aires, Montevidéu, Cidade do México, Bogotá, São Paulo, Córdoba e Santiago do Chile estarão entre os polos mais importantes de desenvolvimento de software e tecnologias da informação. 

Sobre a Deel 

A Deel é uma plataforma de RH completa para equipes globais. Ela ajuda a simplificar todos os aspectos do gerenciamento de uma equipe internacional, desde a integração e a cultura da empresa até a folha de pagamento local em conformidade com as leis do país. A Deel trabalha para freelancers e funcionários em tempo integral em mais de 150 países. A configuração leva apenas alguns minutos. Para mais informações, visite Deel.com.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top
7 Jogos leves para celulares fracos (Android 1GB RAM / Mobile) Explorando a Nova Parceria: Belle Belinha e Kine-Chan Agitam as Redes Sociais Sabores Sem Glúten no Nikkey Palace Hotel Como funciona o sorteio da Loteria Federal, saiba como concorrer aos prêmios 12 Cidades para incluir numa viagem para a Tailândia  Projeto de Lei: Regulamentação da Inteligência Artificial Energia Renovável: NetApp e seu Compromisso Sustentável Mundo de Kaboo: Uma Jornada Encantadora pela Imaginação Aluguel de Brinquedos: Facilitrip Traz Novidades Para Viagens Familiares